Close

Como Preparar a Empresa para Venda ?

É fato de que todas as empresas têm ineficiências localizadas, em menor ou maior grau. Portanto, os sócios interessados em vender sua empresa, devem sempre avaliar as oportunidades de redução de custos, melhoria do fluxo de caixa, sempre objetivando a sua valorização no mercado.

 

As causas das dificuldades financeiras das empresas são motivadas por restrições de mercado com queda de demanda e descoordenação nas ações dos executivos das áreas de venda, finanças e produção.

 

As principais práticas inadequadas que geram desequilíbrio financeiro são:

  • Aumentar indiscriminadamente o prazo de pagamento dos clientes.
  • Não praticar uma política rigorosa de análise de crédito.
  • Relaxar nos procedimentos de cobrança dos clientes em atraso.
  • Promover campanhas para aumento de vendas sem ter uma reserva de capital próprio para comprar e pagar o maior volume de insumos.
  • Não conseguir negociar com força com os fornecedores que reduzem os prazos de pagamento.
  • Adquirir grandes lotes de insumos em função de atrativos descontos nos preços dos fornecedores.
  • Gerenciar com lentidão o processo produtivo.
  • Produzir e comprar em volumes não condicionados aos volumes de vendas
  • Relaxar no controle de estoque permitindo um desbalanceamento com sobras e faltas.
  • Não fazer uma adequada programação de produção acarretando interrupções e horas extras na fábrica.
  • Errar na gestão do sistema de logística e distribuição.
  • Conceder com muita liberalidade adiantamentos salariais e outros.
  • Investir em ativos imobilizados sem considerar cenários viáveis de vendas
  • Sacar recursos da empresa como antecipação de dividendos ou participação nos lucros.
  • Adquirir máquinas e equipamentos com empréstimos bancários de curto prazo.

Então, para preparar a empresa para venda, o empresário deve adotar estas medidas.

  • Cortar custos excedentes.
  • Diminuir as vendas para clientes que pagam com prazos longos.
  • Evitar as vendas de produtos que dão prejuízo.
  • Substituir insumos produtivos por outros de qualidade equivalente, mas de preços menores.
  • Renegociar prazos de pagamentos a fornecedores.
  • Renegociar prazos de pagamentos a bancos.
  • Vender com grande desconto os itens de estoque de pouco giro ou obsoletos.
  • Demitir pessoal excedente às estritas necessidades.
  • Vender ativos ociosos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *